Arquivos do Blog

65 anos de Freddie Mercury!

Parece mentira, mas há apoximadamente 20 anos atrás o mundo perdia a maior voz que já existiu.
20 anos de decadência no cenário musical que nunca mais ousou encontrar alguém melhor para o posto dele, o vocalista da banda inglesa Queen, Freddie Mercury!
Talvez o seu jeito ousado, suas performances marcantes, o bigode caricata, sua voz que perambula na maciez de um canto lírico com a agressividade acompanhada de guitarras alucinantes fizeram de Freddie um ícone.
Eu diria um gênio!

Hoje, no dia 5 de setembro de 2011, Freddie Mercury faria 65 anos. E como ele faz falta!
Filho de indianos, Freddie Mercury nasceu na ilha de Zanzibar em 1946 e só foi morar na Inglaterra em 1964. Já sabia tocar piano e ensaiava canto.
Pouca gente sabe, mas Freddie se formou em Design Gráfico e Artístico na Ealing Art College. Tanto que anos depois iria criar o símbolo do Queen.

Em 1970, foi criada a imortal banda citada acima. Nascia o Queen!
No mesmo ano, conheceu Mary Austin, sua namorada, com quem viveu por cinco anos. Foi com ela que assumiu sua orientação sexual, já que Freddie era bissexual e os dois, mesmo separados, mantiveram forte laço de amizade até o fim de sua vida. Mary inspirou Freddie na música “Love of My Life”.
Afirmava então que Mary era o grande amor de sua vida, pois nunca mais foi capaz de amar ou ser amado da forma na qual ele sempre quis.

Compôs verdadeiros hinos, canções que representam muito mais do que a própria música, como as mostradas a seguir:

Em 1991, o mundo receberia a triste notícia da partida eterna de Freddie. Vítima da AIDS, faleceu em 24 de novembro em sua mansão.

Para alguém ficar imortalizado mesmo após seu óbito é porque alguma coisa muito genial fez em vida.
Freddie ERA genial.
Ninguem ousava imitar os movimentos de Mercury nos palcos, comandar as multidões dos estádio lotados e ter o carisma que era sua marca registrada, ao lado de seu inseparável bigode adotado na década de 80.

Se estivesse vivo, Freddie Mercury talvez se envorgonhasse do que acontece nos dias atuais. O cenário musical anda cada dia mais padronizado e pobre de ousadia.
Mesmo assim, ainda existem os fãs de gênios como ele, por isso seu aniversário está sendo tão lembrado.
Hoje, o Google lançou um Doodle musical com “Don’t stop me now”, visível em todo o mundo. Basta clicar na imagem no site de busca para ouvir a música e ver o vídeo. O Google traz também um blogue especial “Happy birttday, Freddie Mercury”, dedicado ao aniversário do cantor, com texto de autoria do guitarrista da imrotal banda Queen, Brian May.
Aqui você pode conferir esse Doodle especial:

O Youtube também homenagea o líder da banda Queen com o show completo “Queen – Live At Wembley Stadium” realizado em 1986, sendo considerado um dos melhores de toda a história da música.
Confira aqui:

Freddie Mercury é também homenageado no Brasil, com o lançamento da campanha “Freddie for a Day”, organizada pela Sociedade Viva Cazuza, ONG brasileira de luta contra a AIDS.

Talvez tenha sido essa a grande missão de Freddie Mercury em vida.
Ser um gênio, um ícone musical, ser idolatrado em todo o mundo e morrer deixando um alerta dessa terrível doença que assola o universo dos abusos.
Freddie foi um dos escolhidos para partir no topo e mostrar ao mundo que ninguem está imune à AIDS e que ser feliz não depende de fama, e sim de saúde, pois apesar de ser rico, famoso e invejado, ele sofria do pior mau de todos: solidão!

Aonde quer que esteja, Freddie, obrigado por ter existido!
A vida é assim mesmo, ganhamos e perdemos pessoas, mas temos de seguir sempre em frente, afinal, The Show Must Go On!

Créditos e fontes: http://www.wikipedia.com / http://aeiou.expresso.pt / “queenoficial” – canal oficial do Queen no Youtube.

Anúncios

Cover digno

Sabe aquela música que você ouve sem parar, daquela banda que você adora e de repente vê um cover no Youtube e sente vontade de morrer por ouvir algo tão ruim?
Pois é, acontece direto!
Poor outro lado, não é gratificante quando você vê um cover maravilhoso, totalmente digno da música original?

É exatamente por isso que o Chico Louco (que anda muito musical ultimamente), separou algumas boas tentativas de imitar grandes canções!

1) Adele – Rolling in the Deep

Adele é uma das sensações do momento e a música Rolling in the Deep é, talvez, a mais famosa de seu pequeno repertório. Um cover dessa música por Boyce Avenue me chamou muito a atenção pela qualidade da voz do intérprete e da instrumentação. Vale a pena ser visto:

ORIGINAL

COVER

2) Kings of Leon – Use Somebody

Use Somebody foi o maior sucesso da banda Kings of Leon e também alvo fácil de péssimas imitações no youtube. Porém, um grande cantor resolveu deixar sua versão desse hino atual do rock, na sua versão acústica, com direito à um épico final com Beatbox. O judeu que canta reggae, Matisyahu!

ORIGINAL

COVER

3) Queen – Who Wants to Live Forever

Queen é uma daquelas bandas que 99% dos covers feitos são uma droga, pois chegar perto de Freddie Mercury é missão impossível. Por isso a banda Breaking Benjamin resolveu não imitar, mas sim, fazer a sua própria versão dessa música, que foi tema do filme Highlander.

ORIGINAL

COVER

4) The Smiths – Last Night I Dreamt That Somebody Loved Me

Por último, mas não menos importante, temos um cover feito pela banda Weeping Willows, de uma das mais lindas músicas da banda The Smiths! Nem é preciso falar muita coisa, apenas ouçam!

ORIGINAL

COVER

Esses foram só alguns exemplos de que com seriedade e qualidade é possível fazer ótimas versões de grandes músicas. O cover não é uma ofensa, muito menos uma comparação, o cover é apenas uma homenagem!

Homenagem à Freddie Mercury

Homenagem ao grande intérprete de canções épicas da história musical mundial!
Emocionante!

O novo Freddie Mercury?

Tantas especulações sobre quem será o intérprete de Freddie Mercury em seu filme biográfico, nomes como Sacha Baron Cohen e Johnny Depp já foram citados, mas, sinceramente, eu tenho uma sugestão!
Não seria muito mais interessante alguém que além de se parecer com Freddie, cantasse como ele?
Claro, mas existe alguém que se assemelhe tanto assim com o grande Mercury?
Minha resposta é: EXISTE!
Nem tanto de aparência, mas a voz é muito semelhante. Seria um novo fenômeno da música? Seria um novo Freddie Mercury?
Conhecam Joseph Clark: