Arquivos do Blog

O Espetacular Homem-Aranha ganha novo trailer

“Uau”, diz Peter Parker no novo vídeo e com razão. As novas imagens estabelecem o tom para o reboot do amigão da vizinhança e a palavra é sobriedade e capacidade real em construir relacionamentos, fatores que chamaram a atenção dos produtores para Mark Webb em 500 dias com ela e que é o diretor do novo Homem-Aranha.

Um uma turnê mundial para promover o filme que estreia em julho, Avi Arad e Matt Tolmach e a atriz Emma Stone vieram neste último final de semana para o Brasil durante a convenção KingCon Rio para falar com os fãs e a imprensa. o trio se mostrou muito confiante com o material que tem nas mãos e a intenção é fazer um segundo filme imediatamente após o lançamento do primeiro.

Abaixo você assiste ao trailer.

Trailer: O Espetacular Homem-Aranha

Anúncios

Trailer Fúria de Titãs 2

A continuação de Fúria de Titãs de 2010 acaba se ter divulgado o seu primeiro trailer. O novo filme com estreia marcada para 30 de março de 2012 promete uma narrativa melhor que seu antecessor que foi pesadamente criticado por não passar de um show exibicionista de efeitos especiais.

Trailer

Trailer de lançamento: GoldenEye Reloaded

A menos de uma semana de ser lançado GoldenEye Reloaded ganhou um novo trailer. O vídeo apresenta um ritmo corrido e bem cortado embalado pelo clássico tema do espião. O remake do reboot como vem sendo chamado internet a fora chegará as prateleiras no próximo dia primeiro para a felicidade dos donos de PS3 e Xbox 360 e talvez revolta dos donos de Wii que achavam serem os únicos a receber o título da Activison e Eurocom.

Trailer de lançamento:

Trailer: Os Vingadores

 

Enfim chegou o trailer do esperadíssimo filme de Os Vingadores. A película que reúne os maiores super-heróis do universo Marve lnas telonas tem estreia marcada para 4 de maio de 2012. Na trama, Capitão América, Homem de Ferro, Thor, Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro devem enfrentar Loki, o deus da travessura, filho de Odin e irmão de Thor. Na cola do vilão um exército de… até o momento ninguém sabe quem serão os seguidores do vilão. Muitos especulam pelos Skrulls. O jeito é esperar para ver.

No elenco estão Chris Evans, Robert Downey jr, Chris Hensworth, Mark Ruffalo, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Tom Hiddleston, Clark Gregg, Colbie Smulders, Amanda Riguetti e Samuel L. Jackson.

Trailer
Os Vingadores

 

Os Homens que não Amavam as Mulheres tem novo trailer

Que a versão hollywoodiana de Os Homens que não Amavam as Mulheres está para estrear em dezembro todo mundo já sabe. Já foram noticiadas aqui no Chico Louco algumas notícias sobre a produção sombria de David Fincher estrelada por Daniel Craig e Rooney Mara.

O filme surpreendentemente segue uma narrativa pesada onde o diretor teve total liberdade da Metro-Goldwyn-Mayer e da Paramount para usar o máximo de violência que bem entendesse. Danem-se os censores! O próprio Daniel Craig se mostrou surpreso quando assistiu aos copiões do filme.

Aqui você confere o novo trailer do filme, vídeo de quase 4 minutos onde o clima denso mostra a competência de Fincher em recriar fielmente os eventos chocantes do romance do finado jornalista sueco Stieg Larsson.

Trailer 2
Os Homens que não Amavam as Mulheres

 

Mais do melhor para você

Mais uma leva maciça de games está saindo esse ano, a maioria continuações devido ao medo dos investidores em apostar em ideias originais e correr o risco de ter um baixo retorno de mercado. Mario, o encanador bigodudo da Nintendo já teve tantos títulos lançados com seu nome que em 2002 a empresa resolveu dar uma colher de chá para o italiano e apostou em seu irmão Luigi com o game Luigi’s Mansion que foi o primeiro título da Nintendo lançado para o GameCube. O jogo que seguia a mesma premissa dos jogos anteriores dos Brothers onde Mario tinha que resgatar a princesa Peach tem um pequeno revés e dessa vez era Mario quem precisava ser resgatado por Luigi.

Bom, esse é apenas um exemplo que terá uma continuação. A segunda parte do dinvertido game da Nintendo chegara às lojas somente no ano que vem tendo como plataforma o novo Nintendo 3DS. Similar ao seu antecessor para GameCube o medroso encanador deve visitar mansões mal assombradas e capturar os fantasmas que nelas vivem no melhor estilo Caça-Fantasmas.

Abaixo você confere algumas das continuações de grandes títulos que estão em desenvolvimento.
Trailers

Luigi’s Mansion 2

 

Kirby’s Returns to Dream Land

 

Final Fantasy XIII-2

 

Battlefield 3

 

Call of Duty: Modern Warfare 3

 

Mass Effect 3

 

Datas de lançamento

Luigi’s Mansion 2 / 2012

Kirby’s Returns to Dream Land / 24 de outubro de 2011

Final Fantasy XIII-2 / janeiro de 2012

Battlefield 3 / 25 de outubro de 2011

Call of Duty: Modern Warfare 3 / 8 de novembro de 2011

Mass Effect 3 / 6 de março de 2012

Crítica: Capitão América: O Primeiro Vingador

O cinema desde seus primórdios sempre cativou com fantasia e a possibilidade de por cerca de duas horas esquecer da própria vida e mergulhar de cabeça na vida de outra pessoa. Fazer parte de uma intriga internacional, sobreviver a caçada contra um vampiro até o nascer do sol, viver um grande romance, daquele tipo que na vida real são raros de acontecer. Viajar pelo mundo, viver bem… a lista de possibilidades não tem fim. Os filmes sempre foram usados como instrumentos de influência e manipulação desde sabe-se lá quando, mas o mais importante é que é através deles que podemos sonhar.

Sabe aqueles filmes dos anos 40 cheios de efeitos que ressaltavam os mais importantes ideais do homem, dizendo ser as massas a força motriz que fazia girar a nação, chamando-os para se alistar nas Forças Armadas e juntos expurgarem do mundo o mal do nazismo? Isso! Aqueles filmes de campanha militar que fazia a todos se sentirem “Super Soldados” e que eram usados também pelos inimigos do Eixo, filmes estes que eram transmitidos pelo rádio ou exibidos nas sessões de cinema. Capitão América: O Primeiro Vingador e como esses filmes, pois depois que você deixa a sala escura o sentimento de euforia continua a se espalhar dentro de você, fazendo-o se achar invencível, capaz de sair pela rua usando um colante azul royal, proteger os oprimidos e até mesmo conquistar aquela ruiva bonita da recepção.

A trama de Capitão América mostra o clássico e o básico da mitologia do herói criado nos anos 40 por Joe Simon e Jack Kirby com elementos da repaginação feita por Stan Lee duas décadas depois. Em plena Segunda Guerra Mundial o franzino Steve Rogers na pele de Chris Evans tem a ambição de se alistar e ir servir no exterior trazendo novamente a paz para as vidas dos homens. Após ser rejeitado inúmeras vezes ele recebe do dr. Abraham Erskine a chance de se tornar o primeiro de uma nova linha de combatentes, os chamados Super Soldados. Após receber o soro que amplifica suas condições físicas e agilidade ele presencia a morte do dr. Erskine por um agente da Hydra. Depois disso o Capitão América se torna uma atração dos palcos incentivando o recrutamento militar e somente depois de resgatar cerca de 400 prisionaieros de guerra é que seu valor é reconhecido e ele passa a ver visto como o futuro da nação.

Ao contrário do filme de Thor o romance entre Steve Rogers e a agente Peggy Carter interpretada pela britânica Hayley Atwell é moldado sutilmente como costuma acontecer na vida real, um sorriso, uma frase a mais, tudo muito romântico mas sempre baseado nas qualidades tanto de um como de outro. Em determinada passagem do filme, você saberá qual, fica evidente que Peggy não se apaixonou pelo homem musculoso e viril que se tornou Steve, mas sim pelo rapaz franzinho com alma de guerreiro, pelo homem bom que havia dentro dele.

Em contra posição está o ganacioso Johann Schmidt, o terrível Caveira Vermelha vivido com naturalidade por Hugo Weaving. O sotaque é excelente. De posse de um tesseract carregado de um poder inimaginável que um dia enfeitou a sala de tesouros de Odin, o chefe da Hydra, divisão científica do Terceiro Reich, pretende passar por cima do próprio führer e dominar o mundo.

O que vem depois é o clássico de qualquer filme de super-herói: mocinho contra bandido, disputa essa que culmina em um final digno de qualquer romance dos anos 40 capaz de comover até o mais durão dos fãs, tudo embalado pela trilha harmoniosa de Alan Silvestri que consegue junto ao diretor Jon Johnston e aos roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely realizar um dos melhores filmes de super-herói já feitos até hoje. Um filme no estilo do primeiro Homem-Aranha lá de 2002, uma produção fiel ao que conta e que apesar das fantasias faz questão de mostrar as histórias de seres humanos e a luta ferrenha que nasceu junto com a racionalidade humana: o bem contra o mal… o azul contra o vermelho.

Capítão América: O Primeiro Vingador foi escrito com calma para correr exatamente desse modo, calmamente. Vemos todas a s fases do herói, desde o pequeno rejeitado, até a atração dos palcos para animar os soldados nos campos de batalha (usando o mais clássico de seus uniformes), depois o Vingador, entao o homem apaixonado e por fim o herói altruísta.

Assim como a cineasta alemã Leni Riefenstahl revolucionou a linguagem do cinema em 1934 com o documentário O Triunfo da Vontade que servia de propaganda nazista acompanhando os acontecimentos do Sexto Congresso de Nuremberg e contava histórias de como Adolf Hitler conseguiu mover multidões de acordo com suas ideias desvairadas de poder e loucura, Capitão América: O Primeiro Vingador estabelece uma nova visão sobre os filmes de super-heróis e também sobre os sonhos e de que o impossível não existe perante a perseverança.

Trailer: Capitão América: O Primeiro Vingador

Primeiro trailer do novo Tomb Raider

Eram duas horas da manhã aqui no Brasil quando a Square Enix lançou o primeiro trailer do novo Tomb Raider intitulado “Turning Point”. Até então gráficos tão maravilhosos em um game da atual geração somente haviam sido vistos em games como Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots e Final Fantasy XIII. No vídeo narrado pela própria heroína ela nos conta o seu desejo de se encontrar e a sua ânsia pela aventura, mas como ela mesma diz, é a aventura quem a encontra. No trailer vemos o naufrágio do navio Endurance e a luta de Lara Croft pela vida.

Acredita-se que tamanho realismo se mantenha também dentro do game e não só nas cenas, como é o caso do já mencionado Metal Gear Solid 4 mas não o de Final Fantasy, cuja qualidade gráfica diminui fora das cutscenes.

O novo Tomb Raider ainda é um grande mistério. Não se sabe quem empresta suas feições para Lara no game e nem quem faz sua voz ou seus movimentos. Nos games anteriores as acrobacias da arqueóloga eram feitas por ginastas com a tecnologia de captura de movimentos. O game será lançado para PC, PlayStation 3 e Xbox 360 no ano que vem na época do outono americano que acontece entre agosto e outubro. O jeito é esperar até lá se consolando com as novidades que serão divulgadas do game até seu lançamento.

Em dezembro o Chico Louco publicou uma retrospectiva da personagem. Reveja toda a tragetória de Lara Croft no endereço abaixo.

https://chicolouco.wordpress.com/2010/12/17/retrospectiva-tomb-raider/

 

 

Trailer : Tomb Raider – “Turning Point”

Bizarre Creations 1994 – 2011

Não há mais luz. As mesas se encontram vaziam, as janelas fechadas com as cortinas cerradas, os interruptores voltados para baixo e as portas trancadas. Não há um som sequer. É uma imagem congelada do tempo. De um tempo que passou e que enquanto durou foi maravilhoso. Mas agora o que resta apenas é o silêncio. Os móveis guardarão as lembranças felizes de outrora, mas o farão somente para si. Não há mais luz.

Nesta última sexta-feira a Bizarre Creations fechou suas portas pela última vez e é com um forte sentimento de saudosismo que redijo o texto a seguir.

Bizarre Creations foi a evolução da antiga desenvolvedora de games Raising Hell Software fundada em 1988 por Martyn Chudley que mas após sofrer pressão da Sega teve de largar mão do nome Hell e ficou sem um nome até ser adquirida pela Psygnosis que fazia parte da Sony. Os novos donos aceleraram o processo para se achar um novo nome e foi então que o fundador da companhia redigiu no documento de compra entre as duas empresas o nome Weird Concepts. Posteriormente o documento foi passado pela enciclopédia do Microsoft Word e Weird Concepts tornou-se Bizarre Creations. Era a mão do destino.

File:Bizarre Creations 2000 Logo.png

Antigo logo da empresa usado em 2000 – 2001


O time de criação da Bizarre começou com apenas 5 pessoas e logo lançaram mãos à massa e começaram a desenvolver um projeto chamado Slaughter (matadouro). Após assistir ao demo do projeto a Psygnosis se impressionou e incumbiu a Bizarre do desenvolvimento de Formula 1 para o na época inédito PlayStation. O resultado foi que o game de corrida se tornou o mais vendido na Europa no ano de 1996.

File:Formula 1 Coverart.png

Formula 1 foi o primeiro game da Bizarre Creations


A Bizarre passou então a desenvolver games expecializados em corridas. Depois de Formula 1 para PlayStation e PC foi a vez do Dreamcast receber um título da companhia de Liverpool. Metropolis Speed Racer de 2000 assim como a game anterior foi uma grande vitória da empresa.

Em 2001 a Bizarre Creations criou uma das mais bem sucedidas franquias de games do gênero corrida que se iniciou com Project Gothan Racing para Xbox. Dois anos depois a Bizarre foi adquirida pela Microsoft e passou a desenvolver títulos exclusivos para os consoles da companhia de Bill Gates. Nos anos subsequentes duas continuações de Project Gothan foram lançadas entre outros tantos games de gêneros variados até que em 2007 o contrato de exclusividade com a Microsoft terminou e a Bizarre Creations foi incorporada à Activision mas não antes de a quarta parte de Project Gothan ser lançada para o Xbox 360. Depois da separação entre a gigante de Bll Gates e a Bizarre Creations os direitos do título continuaram em poder da Microsoft. A Bizarre não poderia mais desenvolver games sobre a franquia.

File:Project Gotham Racing Coverart.png

O primeiro Project Gothan Racing para Xbox


À partir de 2007 a Bizarre lançou games multiplataforma, investiu em novos gêneros e criou novas franquias como Boom Boom Rocket e Geometry Wars cujo game original saíra ainda durante a parceiria com a Microsoft. O game The Club era algo inédito na empresa que resolveu investir em um gênero muito lucrativo, violência pesada. Em 2010 um quarto game de Geometryc Wars foi lançado para aplicativo de iPhone e um inédito game de corrida chamado Blur chegou às lojas. Mas foi em novembro que aquele que deveria ser um dos maiores títulos da empresa foi o seu último.

File:Blur (video game).jpg

Em 2010 foi a vez de Blur


Em julho de 2010 fora anunciado que o novo game da empresa seria também a nova aventura do mais famoso espião do mundo. James Bond 007: Blood Stone deveria ser um marco para a empresa e também para os fãs do espião que desde James Bond 007: Everythig or Nothing desenvolvido pela EA Games esperavam por um game descente do personagem.

Era possível ver pelos diários em vídeos lançados pela produção o entusiasmo de todos os envolvidos no projeto por estarem trabalhando em um game de um personagem que também era um conterrâneo. Foi criada muita expectativa. Então o game foi lançado e também nocauteado pelo próprio James Bond. No mesmo dia do lançamento de Blood Stone a nova versão de GoldenEye 007 para Wii feita pela Eurocom também em parceiria com a Activision chegou às mãos dos fãs. Era de se imaginar que uma nova versão de um dos games mais prestigiados da história que deflagrou um gênero e um estilo de jogabilidade que é usado até hoje faria muito mais sucesso que um game que apresentava uma história totalmente inédita. Enquanto o novo GoldenEye vendia milhões Blood Stone ia na contramão. Nem seus gráficos superiores e detalhes dados aos cenários e figurinos foram capazes de superar GoldenEye.

File:Blood Stone cover.jpg

James Bond 007: Blood Stone, último game da Bizarre Creations


Com o fracasso do game a Activision disse estar entre a cruz e a espada com a Bizarre Creations e que a companhia corria o risco de fechar. Um mês se passou e enfim o que se mostrava inevitável aconteceu. Como foi dito anteriormente a Bizarre Creations fechou suas portas pela última vez nesta sexta-feira e deixou desempregados cerca de 200 pessoas que se despediram com um forte aperto no peito mas também com o sentimento de dever cumprido.

A última realização desses 200 ex-funcionários foi a concepção de um vídeo de pouco mais de 2 minutos em tributo a todos aqueles que um dia passaram pela empresa. Uma mensagem dedica o vídeo a todos os homens e mulheres que ajudaram a fazer da Bizarre Creations o que ela foi um dia.

Porém somente as pessoas morrem. Um nome, seja ele qual for sempre permanecerá entranhado nas raízes da história não importando o quão profundo tais raízes estejam enterradas. Bizarre Creations 1994 – 2011. Esses números não representam o fim de um nome, apenas de uma fase. Uma companhia com um nome tão “Bizarro” ainda promete muito e um dia voltará para continuar surpreendendo. Tal fato já ocorreu antes com companhias de outras mídias.

A queda da empresa se deu de dentro para fora, como uma implosão. Se os responsáveis fossem mesmo responsáveis jamais teriam marcado o lançamento dos 2 games de James Bond para o mesmo dia. Se tivessem se preocupado em fazer o próprio trabalho, pesquisas e enquetes para saber o que pensavam os fãs jamais teriam cometido tamanho erro. Mas a ganância os fez pensar que ambos os games venderiam como água potável no deserto, ainda mais em uma data tão perto da natal. Eis o resultado. Um game excelente, como foram todos os lançados pela Bizarre acabou por matar a própria mãe ao nascer.

Assista ao vídeo de despedida dos funcionários

Trailer: Thor

 

Acabou de sair o segundo trailer de Thor e você pode conferi-lo aqui no Chico. No novo vídeo que será apresentado nos cinemas é mostrado mais detalhes da história e algumas passagens de alívio cômico do filme.

Thor tem estreia marcada para 29 de abril, uma semana antes da estreia americana e tem dire do britânico Kenneth Branagh e produção de Kevin Feige. No elenco estão Chris Hemsworth, Natalie Portman, Kat Dennings, Tom Hiddleston, Anthony Hopkins, Clark Gregg e Stellan Skarsgard.