Arquivos do Blog

Crítica Rock In Rio 2011 – System of a Down

Último dia de festival, um público que começou agitadíssimo com o show dos Detonautas, voltou a se acalmar com Pitty, permaneceu assim com Evanescence e foi premiado pelo melhor show do Rock In Rio 2011!
Quando a banda System Of A Down entrou no palco, a galera já se animou. O show mais esperado pelo público foi inacreditavelmente enérgico. A banda, que ficou quase quatro anos parada, mostrou porque foi a mais votada na enquete oficial do Rock In Rio antes dos shows quando se definia a Top-Line.

Foto de: Ricardo Matsukawa/Terra

Serj Tankian provou porque é considerado um dos melhores vocalistas da atualidade, esbanjando categoria e seu timbre melódico.
Daron Malakian também fez bonito, além de estar super empolgado com o show, interagiu com o público e arrancou acordes magníficos de sua guitarra.
Shavo Odadjian, como sempre, foi perfeito no baixo.
John Dolmayan comandou os bumbos de sua bateria com a excelência de sempre.

Com toda a certeza, muitas pessoas começaram a conhecer ainda mais System of a Down após esse show e perceberam que a banda não é apenas música; é engajamento político e ambiental, atitude e comprometimento.
Durante o show, Serj Tankian disse: “Sem nosso ecossistema, morremos. Vamos salvar o meio ambiente” tentando passar ao povo brasileiro uma mensagem conscientizadora. Pode parecer clichê, mas conhecendo o trabalho social de Serj, é possível acreditar na veracidade do sentimento transmitido pela mensagem.

Serj, em sua carreira solo, dedicou 90% de suas composições aos projetos políticos que defende e critica e à sustentabilidade. Daron também fez uma pequena parcela disso em sua banda paralela que durou pouco, Scars on Broadway.

Foto de: Ricardo Matsukawa/Terra

Voltando ao show no Rock In Rio, a banda preparou uma setlist com 28 músicas, sendo TODAS elas cantadas em coral pelo público apaixonado e vibrante (outro ponto alto desse festival). Intercalaram o som pesado com a melodia, incluindo aquele toque armênio que existe no sangue dos integrantes.

Abrindo com Prison Song, a banda empolgou a galera que já começou a gritar e pular. Logo após, presenteou o público com a introdução de Soldier Side seguida por BYOB, talvez o maior sucesso da banda. (segue vídeo abaixo)

Como se não bastasse, fez uma sequência com Revenga, Needles, Deer Dance, Radio/Vídeo, Hypnotize, Question, Suggestions, Psycho, Chop Suey, Lonely Day, Bounce, Lost in Hollywood, Kill Rock n Roll, Forest, Science, Mind, Innervision, Holy Mountains, Aerials, Vicinity, Tentative, Cigaro, Suite Pee, War?, Toxicity e Sugar.

Não a toa, o show do System of a Down foi eleito pelos criadores do Chico Louco como o MELHOR show desse Rock In Rio. E com certeza, o Brasil ficará marcado para sempre na memória deles, pois no final da apresentação, a emoção de Serj era óbvia, tanto que no fim do show ele vestiu uma bandeira do Brasil, se ajoelhou no palco e agradeceu. “Isto é System of a Down. Obrigado! Estamos felizes por termos tocado aqui no Brasil”.
E pode acreditar Serj, também estamos felizes por terem vindo e nos presenteado com o talento de vocês!
Volte sempre, System of a Down!

Foto de: Ricardo Matsukawa/Terra

Anúncios

65 anos de Freddie Mercury!

Parece mentira, mas há apoximadamente 20 anos atrás o mundo perdia a maior voz que já existiu.
20 anos de decadência no cenário musical que nunca mais ousou encontrar alguém melhor para o posto dele, o vocalista da banda inglesa Queen, Freddie Mercury!
Talvez o seu jeito ousado, suas performances marcantes, o bigode caricata, sua voz que perambula na maciez de um canto lírico com a agressividade acompanhada de guitarras alucinantes fizeram de Freddie um ícone.
Eu diria um gênio!

Hoje, no dia 5 de setembro de 2011, Freddie Mercury faria 65 anos. E como ele faz falta!
Filho de indianos, Freddie Mercury nasceu na ilha de Zanzibar em 1946 e só foi morar na Inglaterra em 1964. Já sabia tocar piano e ensaiava canto.
Pouca gente sabe, mas Freddie se formou em Design Gráfico e Artístico na Ealing Art College. Tanto que anos depois iria criar o símbolo do Queen.

Em 1970, foi criada a imortal banda citada acima. Nascia o Queen!
No mesmo ano, conheceu Mary Austin, sua namorada, com quem viveu por cinco anos. Foi com ela que assumiu sua orientação sexual, já que Freddie era bissexual e os dois, mesmo separados, mantiveram forte laço de amizade até o fim de sua vida. Mary inspirou Freddie na música “Love of My Life”.
Afirmava então que Mary era o grande amor de sua vida, pois nunca mais foi capaz de amar ou ser amado da forma na qual ele sempre quis.

Compôs verdadeiros hinos, canções que representam muito mais do que a própria música, como as mostradas a seguir:

Em 1991, o mundo receberia a triste notícia da partida eterna de Freddie. Vítima da AIDS, faleceu em 24 de novembro em sua mansão.

Para alguém ficar imortalizado mesmo após seu óbito é porque alguma coisa muito genial fez em vida.
Freddie ERA genial.
Ninguem ousava imitar os movimentos de Mercury nos palcos, comandar as multidões dos estádio lotados e ter o carisma que era sua marca registrada, ao lado de seu inseparável bigode adotado na década de 80.

Se estivesse vivo, Freddie Mercury talvez se envorgonhasse do que acontece nos dias atuais. O cenário musical anda cada dia mais padronizado e pobre de ousadia.
Mesmo assim, ainda existem os fãs de gênios como ele, por isso seu aniversário está sendo tão lembrado.
Hoje, o Google lançou um Doodle musical com “Don’t stop me now”, visível em todo o mundo. Basta clicar na imagem no site de busca para ouvir a música e ver o vídeo. O Google traz também um blogue especial “Happy birttday, Freddie Mercury”, dedicado ao aniversário do cantor, com texto de autoria do guitarrista da imrotal banda Queen, Brian May.
Aqui você pode conferir esse Doodle especial:

O Youtube também homenagea o líder da banda Queen com o show completo “Queen – Live At Wembley Stadium” realizado em 1986, sendo considerado um dos melhores de toda a história da música.
Confira aqui:

Freddie Mercury é também homenageado no Brasil, com o lançamento da campanha “Freddie for a Day”, organizada pela Sociedade Viva Cazuza, ONG brasileira de luta contra a AIDS.

Talvez tenha sido essa a grande missão de Freddie Mercury em vida.
Ser um gênio, um ícone musical, ser idolatrado em todo o mundo e morrer deixando um alerta dessa terrível doença que assola o universo dos abusos.
Freddie foi um dos escolhidos para partir no topo e mostrar ao mundo que ninguem está imune à AIDS e que ser feliz não depende de fama, e sim de saúde, pois apesar de ser rico, famoso e invejado, ele sofria do pior mau de todos: solidão!

Aonde quer que esteja, Freddie, obrigado por ter existido!
A vida é assim mesmo, ganhamos e perdemos pessoas, mas temos de seguir sempre em frente, afinal, The Show Must Go On!

Créditos e fontes: http://www.wikipedia.com / http://aeiou.expresso.pt / “queenoficial” – canal oficial do Queen no Youtube.

Que volte o futebol de ontem!

Pois é caros leitores do Chico Louco, eu dedico esse post exclusivamente para quem gosta de futebol.
Não falo no sentido de gostar por gostar, torcer por torcer, aquele pensamento clubistas, errônio, movido pela não razão. Eu falo de gostar do esporte, da arte, dos lances, de cada drible, cada passe com perfeição, cada bola na rede, do futebol bem jogado que não se via há um bom tempo em território brasileiro.
Essa sina ACABOU! Acabou na noite de ontem, em partida válida pelo campeonato Brasileiro, Santos contra Flamengo, na Vila Belmiro.
De um lado, Neymar, do outro, Ronaldinho Gaúcho. Um confronto de estrelas, que andavam contestadas por muitos. Principalmente Ronaldinho, que apesar de estar jogando bem desde o começo da competição, estava muito abaixo da média pessoal que se espera de um gênio da bola.

A partida me encheu de orgulho!

Não sou Santista, muito menos Flamenguista, mas essas duas equipes protagonizaram um confronto antológico, que será lembrado por muito tempo. Foi um banho no futebol brasileiro atual, que andava muito sujo.
O resultado pouco importou, pois a cada lance era uma vibração, uma sensação diferente, era um espetáculo!
A equipe santista começou bem, abriu 3 gols de vantagem, com 2 de Borges e 1 Neymar em noite inspirada. O terceiro gol feito por Neymar foi uma pintura, algo inexplicável com um drible jamais visto!
Mas o Flamengo, liderado por Ronaldinho reagiu ainda no primeiro tempo e conseguiu empatar a partida.
Na volta do intervalo, tudo iria mudar, menos o bom futebol!

Neymar, mais uma vez, marcou um golaço, abrindo 4×3 sobre o rubro-negro. Elano ainda teve tempo de ver seu pênalti com uma desnecessária cavadinha ser facilmente defendido por Felipe, que saiu fazendo embaixadinha como forma de provocação.
Depois disso, Ronaldinho Gaúcho tomou os holofotes para si.
Com o time do rio pressionando e a defesa do Santos falhando, o Flamengo empata em cobrança de falta ESTUPENDA do dentuço. Bateu por baixo da barreira sem chances para o goleiro Rafael.
Com a torcida boquiaberta, pensando que a partida estava resolvida, Ronaldinho Gaúcho proporcionou uma das viradas mais emocionantes já vistas na história recente do futebol brasileiro!
5×4 para o Flamengo, e fim de jogo.

Destaque para o gol de Neymar, que foi capa de jornais em todo o mundo, sendo eleito até o “gol do ano” na Inglaterra.

O gol de Neymar foi destaque em todo o mundo

Como dito anteriormente, me senti orgulhoso. Orgulhoso de poder ver partidas como essa, que independente do resultado, foi um show de ambas as equipes, principalmente de Neymar e Ronaldinho. Craques se diferenciam.

Estatísticas de Neymar e Ronaldinho no antológico 5x4


Por isso, nunca desacreditem de nosso futebol, isso foi um aviso, um incentivo, que o futebol manchado por magnatas, ainda pode voltar a ser o bom e velho futebol de antigamente, jogado com raça, determinação e, principalmente, amor!

Avenged Sevenfold no Brasil

Abril de 2011 será um mês especial para muitos brasileiros fãs de rock and roll. A banda californiana Avenged Sevenfold fará shows no Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre pela turnê Nightmare After Christmas Tour que mobilizou os fãs por aqui, vendendo os ingressos em nada mais do que 2 dias no máximo! Um verdadeiro alarde está sendo feito em torno desse show, que promete ser inesquecível.
A última passagem da banda em terra nacional foi no SWU do ano anterior, onde deram uma pequena demonstração do que são capazes.
A turnê inclui as músicas do útlimo CD da banda, Nightmare (aclamado pela crítica) e também incluirá alguns dos maiores sucessos da banda.

Avenged Sevenfold, sem o falecido baterista The Rev

Confiram as datas:

Rio de Janeiro:
02/03/2011: Citybank Hall, Av. Ayrton Senna, 3000 – Barra da Tijuca [Dentro do Via Parque Shopping] – Rio de Janeiro, às 22:00h

São Paulo:
03/03/2011: Credicard Hall Localização: Av. das Nações Unidas, 17955 – São Paulo, às 20:00h

Curitiba:
06/03/2011: Master Hall, Rua Itajubá, 143 – Portão, às 19:00h

Porto Alegre:
07/03/2011: Casa do Gaúcho, Parque Maurício Sirotsky Sobrinho, às 19:00hs

Limp Bizkit no Brasil

Fred Durst, vocalista da banda de Nu Metal Limp Bizkit, anunciou em seu twitter que a banda passará pelo Brasil em outubro.
Ainda não se sabe ao certo as datas, mas ele adiantou que por enquanto, em São Paulo a data é dia 22/10 e no Rio de Janeiro 24/10, podendo sofrer alterações.
Pode ser a possibilidade de lançar, após 7 anos parados, o novo álbum Gold Cobra.
Vamos matar a saudade da pegada de Limp Bizkit:

Alguém para esse moleque?

O time do Santos já tem um apelido: Fênix.

Ano passado apresentou um futebol pífio e ostentou uma péssima colocação no Campeonato Brasileiro. De uma hora para outra, ou melhor, de um ano para outro, o time mudou completamente. Mudou técnico, mudou parte do elenco, mudou estilo, etc etc.

Mas o mais importante: mudou a auto-estima. E ainda mais, se fortaleceu com a chegada de Robinho.

E essa renovada no time da famosa Vila, mostrou para o mundo uma revelação do novo futebol, do famoso “futebol moleque”: Neymar.

O que em 2009 era uma promessa em 2010 virou realidade! E que realidade!

Junto com sua “trupe”, Paulo Ganso, André, Robinho, Arouca, Marquinhos, etc, tem encatado a todos os amantes do bom futebol. Além de ótima habilidade e rapidez, o time ainda transmite prazer em jogar ao realizar as famosas dancinhas em suas comemoraçoes de gols. E quantas comemorações! Os placares são sempre elásticos!

O exemplo se deu ontem, Quarta-feira, 14 de abril, onde o Santos venceu o Guarani por 8×1 em jogo válido pela fase eliminatória da Copa do Brasil, contando com 5 gols do garoto Neymar.

Neymar, o novo craque.

O São Paulo que aguarde, pois os dois irão se enfrentar em breve pelas semifinais do Paulistão. Jogo que o São Paulo precisa vencer para inverter o placar de 3×2 para os “Meninos da Vila” no jogo de ida.

Será que vamos ter outro show de Neymar?

Alguem para esse moleque, por favor…