Arquivos do Blog

O adeus de São Marcos

Como todos vocês já sabem, Marcos, eterno goleiro palmeirense, anunciou sua aposentadoria aos 38 anos, no dia 04/01/2012. Data de eterno luto ao torcedor alviverde.
Nenhuma palavra será digna o bastante para retratar o que significou a passagem dessa figura carismática e talentosa pelo futebol brasileiro, quisá mundial!
Não a toa virou São Marcos.
Para não enrolar, decidimos re-publicar um post do dia 29 de janeiro de 2011, quase um ano atrás, que foi feito em homenagem a esse grande ex-goleiro, eterno ídolo. (Que inclusive, foi entregue ao Marcos e teve uma cópia autografada).
Para coerência e agradecimento, colocaremos o mesmo texto, mudando apenas o final. Pois o São Marcos merece nosso agradecimento digno. Obrigado, Marcos!

Fiquem com o texto do ano passado, com o final adaptado:

“Persistência e amor de um Santo”

Não é fácil ser um jogador de futebol amado por sua torcida durante quase duas décadas.
Mais do que ser amado pela torcida de seu clube, Marcos, goleiro do Palmeiras, sempre foi querido por muitos torcedores de vários outros clubes brasileiros, não só pela sua humildade, mas também pela sua alegria, simpatia e carisma.
A torcida palmeirense canonizou o goleiro em 1999, depois de fazer defesas milagrosas na Libertadores da América daquele ano.
Desde então, Marcos virou ídolo, provou que é possível ter amor e ser fiel a um único clube.
Em 2002, o goleiro foi um dos destaques brasileiros na conquista da Copa do Mundo. Provou que um Santo faz milagre em qualquer lugar.
Depois da bela atuação no torneio mundial, o Arsenal da Inglaterra tentou contratá-lo de qualquer maneira, mas foi aí que o goleiro mostrou para quem quisesse ver o seu amor pelo Palmeiras. Mesmo com o time alviverde rebaixado para a 2ª divisão naquele ano, Marcos recusou a proposta milionária para ajudar o clube do coração a voltar à elite do futebol brasileiro. Essa foi a prova de amor que o torcedor mais gostaria de ver em um jogador. Depois desse dia, mais nada iria abalar o carinho da torcida com o atleta.
Os anos foram passando, Marcão foi vítima do tempo e teve uma série de problemas com as lesões em seu corpo, afinal, sempre suou sangue pelo Palmeiras, sempre lutou, nunca deixou de se esforçar ao máximo para fazer a alegria dos torcedores.
Em 2004 contundiu o punho e o polegar esquerdo.
Se recuperou rapidamente e voltou a defender o clube.
Em 2006 ficou quatro meses parado.
Em 2007 fraturou o antebraço.
Em 2008 voltou com força total sob olhares desconfiados de boa parte da imprensa, mas foi campeão paulista com o Palmeiras, onde, antes da final com a Ponte Preta, fez um discurso nos vestiários que arrepia qualquer um que entende a dor e os problemas que o dono da camisa 12 do Verdão passou: “Tanto tempo que eu fiquei quebrado no vestiário fazendo tratamento lá pra voltar… Eu me quebro tudo de novo.. Juro por Deus, Eu me quebro tudo de novo mas não vou perder nem a pau!NEM A PAU! Quebro minha perna, quebro meu pescoço se tiver que quebrar dentro dessa m…., eu não vou perder.. porque eu sei o que eu sofri pra estar aqui e eu sei o que vocês sofreram também. Então, véio, eu não vou ter medo de errar, se eu errar, f..!
Mas eu vou arriscar, véio, que nem contra o São Paulo, se eu tiver que jogar de líbero eu jogo nessa p.., mas eu não vou perder,EU NÃO VOU PERDER, porque a gente sabe o que fez para estar aqui!”

Havia declarado que em 2009 encerrava sua carreira, mas desistiu após o Palmeiras embalar no Brasileirão. Infelizmente, não conseguiu ser campeão.
Em setembro de 2010, mais uma grave lesão no joelho o tira dos gramados. Dessa vez muitas pessoas duvidaram de sua volta, a aposentadoria era novamente cogitada, mas um Santo nunca se entrega.
No dia 27 de janeiro de 2011, Marcos voltou a ser titular no Palmeiras após pouco mais de 4 meses de tratamento. E em sua volta, o alviverde conseguiu uma vitória por 3×1 contra o Paulista de Jundiaí, pelo campeonato Paulista.
Apenas um ano se passou, agora, com 38 anos, anunciou de forma discreta que “pendurou as chuteiras”. Depois de anos de milagres, conquistas, tristezas, sofrimento, sorrisos, choros, rezas e carinho, São Marcos se aposentou. O tempo venceu o santo. Mas isso não mudará o amor que a torcida tem por ele, por esse exemplo de profissional!
Sim Marcão, você é um exemplo não só de amor ao clube, mas de superação e boa vontade. Provou e mostrou para muita gente os seus valores e a sua vontade de sempre dar a volta por cima. Você nunca foi dúvida, sempre foi realidade.
Merece para sempre o aval de Santo!
Parabéns São Marcos, são pessoas como você que nos faz acreditar que o futebol ainda vai ser muito melhor, com menos marketing e mais amor.
Você é e sempre será Santo para palmeirenses, corinthianos, são paulinos, flamenguistas, para amigos e principalmente para sua família.
Seu pai está orgulhoso de você, pode ter certeza!
Continue assim, espalmando os problemas para longe, sempre com a humildade de uma pessoa correta.
O eterno goleiro do Palmeiras, o eterno camisa 12!
Obrigado, Marcos!
“Sem luta não há conquista.”

O adeus de um Santo (Foto: Agência Estado)

Anúncios

Que volte o futebol de ontem!

Pois é caros leitores do Chico Louco, eu dedico esse post exclusivamente para quem gosta de futebol.
Não falo no sentido de gostar por gostar, torcer por torcer, aquele pensamento clubistas, errônio, movido pela não razão. Eu falo de gostar do esporte, da arte, dos lances, de cada drible, cada passe com perfeição, cada bola na rede, do futebol bem jogado que não se via há um bom tempo em território brasileiro.
Essa sina ACABOU! Acabou na noite de ontem, em partida válida pelo campeonato Brasileiro, Santos contra Flamengo, na Vila Belmiro.
De um lado, Neymar, do outro, Ronaldinho Gaúcho. Um confronto de estrelas, que andavam contestadas por muitos. Principalmente Ronaldinho, que apesar de estar jogando bem desde o começo da competição, estava muito abaixo da média pessoal que se espera de um gênio da bola.

A partida me encheu de orgulho!

Não sou Santista, muito menos Flamenguista, mas essas duas equipes protagonizaram um confronto antológico, que será lembrado por muito tempo. Foi um banho no futebol brasileiro atual, que andava muito sujo.
O resultado pouco importou, pois a cada lance era uma vibração, uma sensação diferente, era um espetáculo!
A equipe santista começou bem, abriu 3 gols de vantagem, com 2 de Borges e 1 Neymar em noite inspirada. O terceiro gol feito por Neymar foi uma pintura, algo inexplicável com um drible jamais visto!
Mas o Flamengo, liderado por Ronaldinho reagiu ainda no primeiro tempo e conseguiu empatar a partida.
Na volta do intervalo, tudo iria mudar, menos o bom futebol!

Neymar, mais uma vez, marcou um golaço, abrindo 4×3 sobre o rubro-negro. Elano ainda teve tempo de ver seu pênalti com uma desnecessária cavadinha ser facilmente defendido por Felipe, que saiu fazendo embaixadinha como forma de provocação.
Depois disso, Ronaldinho Gaúcho tomou os holofotes para si.
Com o time do rio pressionando e a defesa do Santos falhando, o Flamengo empata em cobrança de falta ESTUPENDA do dentuço. Bateu por baixo da barreira sem chances para o goleiro Rafael.
Com a torcida boquiaberta, pensando que a partida estava resolvida, Ronaldinho Gaúcho proporcionou uma das viradas mais emocionantes já vistas na história recente do futebol brasileiro!
5×4 para o Flamengo, e fim de jogo.

Destaque para o gol de Neymar, que foi capa de jornais em todo o mundo, sendo eleito até o “gol do ano” na Inglaterra.

O gol de Neymar foi destaque em todo o mundo

Como dito anteriormente, me senti orgulhoso. Orgulhoso de poder ver partidas como essa, que independente do resultado, foi um show de ambas as equipes, principalmente de Neymar e Ronaldinho. Craques se diferenciam.

Estatísticas de Neymar e Ronaldinho no antológico 5x4


Por isso, nunca desacreditem de nosso futebol, isso foi um aviso, um incentivo, que o futebol manchado por magnatas, ainda pode voltar a ser o bom e velho futebol de antigamente, jogado com raça, determinação e, principalmente, amor!