Amanhã é Distante

O documentário “Amanhã é Distante” acompanha um grupo de quatro adolescentes de Paris que viajam para a África do Sul durante a Copa do Mundo de 2010. Atuando como repórteres amadores, captando as diferenças culturais e socioeconômicos do país, os jovens também são alvo das câmeras do diretor Jean Baptiste Saurel.

O cenário do esporte, na verdade, se torna o pano de fundo para que o verdadeiro foco do documentário seja mostrado. No caso, a relação dos quatro jovens protagonistas e como eles se envolvem entre si. Primeiros romances, desilusões, brigas e até dívidas, tudo enquanto sentem saudades de suas famílias.

É por este motivo que uma lacuna se abre na cabeça do espectador que não sabe se está vendo um documentário sobre futebol ou sobre descobertas juvenis. Não é difícil deixar de se concentrar em determinadas passagens da película enquanto faz uma retrospectiva mental do que já foi mostrado na produção de Saurel.

Com um começo jogado, um meio perdido e um final sem conclusão, o documentário “Amanhã é Distante” é entediante. Apesar de não deixar sua marca, não chega a ser irritante e dá a oportunidade de se fazer qualquer outra coisa mais proveitosa durante a sessão.

Trailer

Anúncios

Publicado em 3 de novembro de 2013, em CRÍTICA - FILMES e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: