A Menina dos Campos de Arroz

O filme “A Menina dos Campos de Arroz” acompanha os dias da pequena A Qiu, de apenas 12 anos. A garota mora com o irmão mais novo e os avós em uma aldeia no sul da China, tirando seu sustento da plantação de arroz dos arredores.

Narrado em primeira pessoa pela jovem protagonista como a um diário, a vida de A Qiu se modifica quando sua avó morre e seus pais tem de voltar da cidade para cuidar dela e de seu irmão. A sobrevivência se torna mais difícil e a família se vê frente a frente com desafios cada vez mais ferrenhos para conseguir se manter e realizar seus sonhos.

Dirigido por Zhu Xiaoling, o filme tem ares de uma produção documental e constrói sua narrativa de modo tão semelhante à realidade que logo de início a ideia de uma história verídica se estabelece e se mantém até o final do filme, quando os créditos começam a subir. Afinal, porque alguém iria conceber um filme ficcional de modo tão real?

Com uma sacada sutíl, “A Menina dos Campos de Arroz” se submete a retratar a vida como ela é, seguindo de modo linear até um clímax completamente inesperado, assim como a vida em si. Mas este é só mais um capítulo passageiro que não merece mais destaque que qualquer outro já mostrado. Xialing mostra que as vezes não adianta remar contra a correnteza, pois certos caminhos já estão traçados.

Anúncios

Publicado em 3 de novembro de 2013, em CRÍTICA - FILMES e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: