Confira os vencedores do Oscar 2012

Ontem, domingo, 26 de fevereiro de 2012 aconteceu em Los Angeles no costumeiro espaço do Kodak Theatre a 84ª edição do Oscar, a festa mais badalada e disputada do cinema. Atores, atrizes, diretores e roteiristas entre tantos outros marcaram presença na premiação que elegeu os melhores do ano em uma noite carregada de glamour, sofisticação e que contou até com uma incrível apresentação de tirar o fôlego realizada por acrobatas do Cirque du Soleil.

As produções de maior destaque eram o filme francês O Artista e os americanos A Invenção de Hugo Cabret e Os Descendentes. Os dois primeiros filmes concorreram respectivamente em dez e 11 categorias, cada um levando para casa  cinco estatuetas. A maioria dos prêmios mais cobiçados da noite como melhor ator, melhor diretor e melhor filme foram Jean Durjardin e Michel Hazanivicous de O Artista que também abocanhou como melhor filme. Hugo Cabret de Martin Scorcese faturou em categorias como melhores efeitos visuais e melhor fotografia. A talentosíssima e sempre impecável Meryl Streep ganhou como melhor atriz por seu trabalho em A Dama de Ferro onde viveu a ex primeira-ministra britância Margareth Thatcher.

Montagem com cena de O Artista

O pequeno Asa Butterfield, protagonista de A Invenção de Hugo Cabret

Claro que também houve falhas sacras nesta edição do Oscar. As Aventuras de Tintim: O Secredo do Licorne ficou de fora da categoria melhor animação e o recente J. Edgard de Clint Eastwood que conta a vida do controvérso diretor do FBI, John Edgar Hoover, não teve nenhuma indicação. Falando em não ser indicado, o brasileiro Tropa de Elite 2 que estava entre os 63 filmes estrangeiros para serem escolhidos para participar da categoria de melhor filme estrangeiro ficou de fora da listagem final. O porque não se sabe, talvez puro despeito norte-americano com o nosso rico talento tupiniquim.

Outra bola fora foi a escolha de última hora de Billy Crystal para anfitrião do evento. Essa foi a sétima vez que o ator apresentou o Academy Awards com pouco simpatia apesar do esforço em entreter a platéia e o público. Na premiação do ano passado tivemos o carisma do talentoso James Franco e o brilho e beleza clássica da etérea Anne Hathaway. Em 2010 rimos com as piadas prontas de Steve Martin e Alec Baldwin e em 2009 nos surpreendemos com um irreverente e teatral Hugh Jackman que além de galã dançou muito bem no palco. Na premiação deste ano Billy Crystal serviu de tapa-buraco depois que Eddie Murphy foi dispensado pela produção do evento após Brett Ratner ter falado mais que a boca dizendo asneiras sobre ter tido relações sexuais nos bastidores de uma produção com a musa do mundo nerd Olivia Munn. Ratner fazia parte da produção do Oscar e indicara o amigo Murphy como apresentador do evento mas foi posto de fora depois da polêmica de seus comentários, consequentemente Murphy também foi. No quesito marketing e divulgação a premiação mereceu um Framboesa de Ouro em comparação a edição passada onde diversos vídeos e fotos com os apresentadores do noite foram divulgados. O público quer ver gente de quem gostem e se identifiquem, então é preferível que a Academia aposte em atores mais em voga para anfitriões dos seus próximos eventos.

James Franco e Anne Hathaway em um dos seus oito vestidos no Oscar 2011

O dançante Hugh Jackman na premiação de 2009

O Oscar foi exibido em canais televisivos de inúmeros países incluindo o Brasil onde foi menosprezado em tevê aberta em prol da exibição de um reality show e em canal fechado onde teve uma cobertura mais digna.

Abaixo você confere os indicados e os vencedores do Oscar. Os vencedores estão em negrito.

Diretor

Michel Hazanavicius – “O artista”
Alexander Payne – “Os descendentes”
Martin Scorsese – “A invenção de Hugo Cabret”
Woody Allen – “Meia-noite em Paris”
Terrence Malick – “A árvore da vida”

Melhor filme
“Cavalo de guerra”
“O artista”
“O homem que mudou o jogo”
“Os descendentes”
“A árvore da vida”
“Meia-noite em Paris”
“História cruzadas”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Tão forte e tão perto”

Melhor atriz

Glenn Close – “Albert Nobbs”

Viola Davis – “Histórias cruzadas”

Rooney Mara – “Os homens que não amavam as mulheres”
Meryl Streep – “A dama de ferro”
Michelle Williams -”Sete dias com Marilyn

Melhor ator
Demián Bichir – “A better life”
George Clooney – “Os descendentes”
Jean Dujardin – “O artista”
Gary Oldman – “O espião que sabia demais”
Brad Pitt – “O homem que mudou o jogo”

Fotografia
“O artista”
“Os homens que não amavam as mulheres”

“A invenção de Hugo Cabret”

“A árvore da vida”
“Cavalo de guerra”

Direção de arte
“O artista”
“Harry Potter”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Meia-noite em Paris
“Cavalo de guerra”

Figurino

“Anonymous”
“O artista”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Jane Eyre”
“W.E.”

Maquiagem
“Albert Nobbs”
“Harry Potter e as relíquias da morte – Parte 2″
“A dama de ferro”

Melhor filme em língua estrangeira
“Bullhead” – Bélgica
“Footnote” – Israel
“In Darkness” – Polônia
“Monsieur Lazhar” – Canadá
“Separação” – Irã

Melhor atriz coadjuvante
Octavia Spencer – “Histórias cruzadas”
Bérénice Bejo – “O artista”
Jessica Chastain – “Histórias cruzadas”
Janet McTeer – “Albert Nobbs”
Melissa McCarthy – “Missão madrinha de casamento”

Edição
“O artista”
“Os descendentes”
“Os homens que não amavam as mulheres”
“A invenção de Hugo Cabret”
“O homem que mudou o jogo”

Edição de som
“Drive”
“Os homens que não amavam as mulheres”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Transformers: o lado oculto da lua”
“Cavalo de guerra”

Mixagem de som
“Os homens que não amavam as mulheres”
“A invenção de Hugo Cabret”
“O homem que mudou o jogo”
“Transformers: o lado oculto da lua”
“Cavalo de guerra”

Documentário (longa-metragem)
“Hell and Back Again”
“If a Tree Falls: A Story of the Earth Liberation Front”
“Paradise Lost 3: Purgatory”
“Pina”
“Undefeated”

Melhor animação
“A Cat in Paris”
“Chico & Rita”
“Kung Fu Panda 2″
“Gato de Botas”
“Rango”

Efeitos visuais

“Harry Potter”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Gigantes de aço”
“Planeta do macacos”
“Transformers: o lado oculto da lua”

Ator coadjuvante
Kenneth Branagh – “Sete dias com Marilyn”
Jonah Hill – “O homem que mudou o jogo”
Nick Nolte – “Warrior”
Max Von Sydow – “Tão forte e tão perto”
Christopher Plummer – “Beginners”

Trilha sonora original
“As aventura de Tintim” – John Williams
“O Artista” – Ludovic Bource
“A invenção de Hugo Cabret” – Howard Shore
“O espião que sabia demais” – Alberto Iglesias
“Cavalo de guerra” – John Williams

Canção original
“Man or Muppet”, de “Os Muppets”, música e letra de Bret McKenzie
“Real in Rio”, de “Rio”, música de Sergio Mendes e Carlinhos Brown, letra de Siedah Garrett

Roteiro adaptado
“Os descendentes”
“A invenção de Hugo Cabret”
“Tudo pelo poder”
“O homem que mudou o jogo”
“O espião que sabia demais”

Melhor roteiro original

“O artista”
“Missão madrinha de casamento”
“Margin Call”
“Meia-noite em Paris”
“A separação”

Curta-metragem
“Pentecost”
“Raju”
“The Shore”
“Time Freak”
“Tuba Atlantic”

Documentário (curta-metragem)

“The Barber of Birmingham: Foot Soldier of the Civil Rights Movement”
“God Is the Bigger Elvis”
“Incident in New Baghdad”
“Saving Face”
“The Tsunami and the Cherry Blossom”

Curta-metragem de animação

“Dimanche”
“The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore”
“La Luna”
“A Morning Stroll”
“Wild Life”

Anúncios

Publicado em 27 de fevereiro de 2012, em FILMES e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: