Bandas esquecidas/injustiçadas

A cada semana, aproximadamente 15000 novas bandas aparecem em todo mundo. Estatística assustadora? Nem tanto, afinal de contas, menos de 5% dessas bandas fazem sucesso.
Quantas vezes não nos damos conta de uma grande banda que chegou a aspirar um grande sucesso, mas acabou caindo no esquecimento?
Ou até mesmo uma grande banda do momento que não tem espaço na mídia, devido ao fraco momento de indústria musical?
O Chico Louco preparou uma lista com algumas dessas bandas, que apesar da qualidade musical, não tiveram o mérito tão reconhecido.

Começaremos com uma banda de Indie Rock que até começou bem, mas morreu em seu segundo CD.
Boy Kill Boy nasceu na Inglaterra, em meados de 2004. No ano seguinte lançaram um single que chegou até a ficar famoso, inclusive fazendo parte da trilha sonora de um jogo de videogame da EA Sports (Fifa Street 2), com a música Suzie.
O primeiro álbum, Civilian, foi bem aceito pela mídia inglesa e chegou a ficar na 16ª posição nas paradas do Reino Unido, principalmente com a já citada música Suzie, além de Back Again e Civil Sin.
Em 2007 lançaram o segundo álbum, Stars and the Sea, mas foi um completo fracasso no mercado. Ainda assim, as 2 músicas que mais emplacaram foram No Conversation e Promises, porém nada que pudesse salvar a banda da separação em 2008.

Opinião do Chico: A banda é um prato cheio para os fãs do Indie Rock, naquele estilo bem clássico das guitarras em sons repetitivos e corridos. As músicas, mesmo do segundo CD, são uma ótima escolha para ouvir em momentos de descontração. Uma banda que merecia mais reconhecimento.

Confiram a mais aclamada música de Boy Kill Boy, Suzie:

O próximo músico que vou citar, é um nome brasileiro, pouquíssimo conhecido no Brasil.
Luciano Nakata Albuquerque, artisticamente e MUNDIALMENTE conhecido como Curumin, nasceu em São Paulo, é multi-instrumentista, cantor, compositor e nunca teve seu nome conhecido em terras tupiniquins com a devida proporção. Porém, já atingiu as paradas na França, Inglaterra, Turquia, Nova Zelândia e Portugal.
Tem como característica, realizar misturas de samba, funk, jazz, bossa nova, hip hop e elementos eletrônicos em suas músicas.
Seus álbums de maior reconhecimento são “Achados e Perdidos” e “Japan Pop Show”.
Talvez suas músicas de maior sucesso sejam Guerreiro (Achados e Perdidos) e Magrela Fever (Japan Pop Show), então vamos conhecer a genialidade de Curumin, um artista com a ginga brasileira, esquecido pela Terra Mãe:

Magrela Fever:

Guerreiro:

A banda de metal americana Element Eighty, formada em 2000, tinha tudo para estourar no mercado do rock mundial, mas as coisas não deram muito certo. Quando se esperava um grande salto na carreira em 2003, assinando contrato com a gravadora Universal/Republic Records e fazendo turnês com bandas de renome, como Sevendust, nada surtiu efeito. A banda, talvez por falta de marketing, perdeu espaço, e decidiu voltar as origens, virando novamente uma banda independente. Foi assim que lançaram, na minha modesta opinião, seu melhor álbum, The Bear.
Confiram:

Por último, mas não menos importante, vamos falar de um projeto criado em 1995 por Peter Hook, baixista do New Order, junto com David Potts, integrante do grupo Revenge, denominado Monaco!
O grupo ficou famoso em 1997 com o single What Do You Want From Me, vendendo quase um milhão de cópias do álbum Music for Pleasure.
Com grande influência de New Order, Pet Shop Boys, Revenge, e outras bandas desse estilo Dance-pop-rock, Monaco tem ritmos alucinantes misturando um lounge, com as batidas frenéticas e suaves do baixo.
O segundo álbum não surtiu muito efeito e banda acabou em 2000.

Vamos então ouvir 2 músicas do Monaco, que diferem bastante em seus estilos:

What Do You Want From Me:

Billy Bones (ignorem o clipe do Youtube montado com imagens não relacionadas à banda):

O nosso resgate de hoje pela indústria musical esquecida termina por aqui, espero que todos tenham gostado e não se esqueçam de divulgar e comentar. Em breve faremos um novo post como esse.

Anúncios

Sobre Bruno Rizzato

Jornalista com idéias diferentes na cabeça, buscando um espaço para compartilhá-las com vocês, internautas intelectos. Amante de boa música e assuntos relacionados a esporte, blogueiro por satisfação e feliz por opção. Formado em 2013, pela Universidade Anhembi Morumbi, atualmente cursando pós-graduação em Jornalismo Esportivo e Multimídias, tem vasta experiência na área, já tendo trabalho em redação, assessoria de imprensa e mídias sociais. Já trabalhou com os jogadores da Seleção Brasileira, Paulinho e Bernard, fez estágio de treinamento na Sociedade Esportiva Palmeiras e o maior orgulho foi a realização de um documentário sobre o rock progressivo brasileiro na década de 70.

Publicado em 31 de julho de 2011, em MÚSICA EM GERAL, ROCK N' ROLL e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: