CRÍTICA: Resident Evil 4: Recomeço

No último dia 17 estreiou aqui no Brasil o novo Resident Evil, quarto filme da cinesérie inspirada nos famosos games de survival horror da desenvolvedora japonesa Capcom. O novo filme, entitulado Resident Evil 4: Recomeço, como já se era de se esperar não é nem um pouco fiel aos video-games, a não ser é claro,  pelo título. O filme de Paul W. S. Anderson apresenta uma história diferente das vistas nos jogos, com personagens e locações novas. No quesito ação nada deixa a desejar, o que Já não acontece com os diálogo entre os personagens onde tudo é muito genérico, inverso dos video-games, onde haviam horas de conversação. Na trama Alice(Milla Jovovich), protagonista dos filmes anteriores, voa até o Alasca em busca da terra prometida, a cidade de Arcadia, onde se acredita haver a promessa de segurança, livre das criaturas infectadas pelo T Vítus. O que Alice encontra não passa de um campo com uma praia e uma desmemorizada Claire Redfield(Ali Larter). As duas então viajam para Los Angeles onde encontram outros sobreviventes, entre eles o irmão de Claire, Chris, vivido por Wentworth Miller(Prison Break). Depois disso a história torna-se fraca e repetitiva, dando a impressão que tudo aquilo que está acontecendo na tela já foi visto em outros filmes não só da série Resident Evil. Apesar de apresentar uma narrativa confusa no começo onde o espectador não sabe o que aconteceu ou deixou de acontecer depois da queda do helicóptero(tipo de cena que fiacaria bem para o final do filme, o que fecharia a história com uma dúvida que seria respondida no filme seguinte), Resident Evil 4 se mantém focado em seus protagonistas, mas não dando a mínima para a história de cada um, como é o caso de Claire e Chris. Outro fato para se assustar, e não se enganem por que não são os zumbis, já que esses mal são mostrados como deveriam na tela à não ser como uma massa de pessoas sem rosto que gostam muito de correr(todos sabemos que zumbis não correm), é o erro de continuação da sala de banhos do presídio onde os sobreviventes estão confinados. Em um take o chuveiro é aberto para no seguinte estar fechado, apesar de o barulho de água corrente permanecer. Isso se repete durante vários cortes da cena. Quem leva o filme nas costas é o trio protagonista vivido pelos três atores mencionados acima. Talvez se o filme levasse outro nome e seus personagens também a sensação de decepção fosse menor. Apesar de um quinto filme já ter sido prometido vamos torcer para que haja um reboot da franquia, dessa vez fiel ao que ela realamente é e voltada para o terror, não para a ação sem pé nem cabeça. Quando for ver Resident Evil 4: Recomeço no cinema não esqueça de deixar o seu cérebro em casa. Você não vai precisar dele, e não é por causa dos mortos-vivos.

Anúncios

Publicado em 26 de setembro de 2010, em CRÍTICA - FILMES e marcado como , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Sinceramente meu querido e afavel amigo.
    RE4 recomeço, foi produzido voltado para ser “o melhor 3D ja lançado”.
    Voce me pergunta, “e o que isso tem haver com o assunto?”
    Eu lhe proponho a seguinte questao.
    Vamos ao cinema assistir o filme em 3D juntos, ao sair voce olha para minha cara e solta sadicamente a pergunta; “O que axou do filme meu amigo?”
    Eu lhe respondo com firmeza: “Otimo!”
    Entao voce me questiona, “Como assim, ele fugiu totalmente da historia da franquia e tudo mais !”
    Sinicamente eu lhe olho nos olhos. “Cara, os zumbis saiam da tela, foi surreal!”

    .
    ..

  2. That’s a fact about all Resident Evil movie series: sad for we all that spent so much time killing zombies, facing the fear to meet Nemesis in the next corner and repeating character’s conversations. Keep on your way, Pdgeon! Easy times!

  1. Pingback: Os números de 2010 « Chico Louco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: